Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rabiscos de um Maldisposto

Olá, bem-vindo ao meu blog!

Rabiscos de um Maldisposto

Olá, bem-vindo ao meu blog!

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Texto dedicado aos festivaleiros e aos encalhados de São Valentim

por Rabiscos de um Maldisposto, em 14.02.16

Quando o imperador Cláudio II de Roma no século II proibiu o casamento em prol de mais homens solteiros nos seus exércitos, já sabia que o amor podia ser uma porcaria quando as pessoas não soubessem a verdadeira definição do amor. Porém, o sacerdote Valentim, tinha de meter o nariz onde não era chamado, e continuou a casar tudo o que era casal e tudo o que era besta. Devido à sua burrice, foi condenado à morte, sendo executado a 14 de Fevereiro. Pior, só mesmo o legado que deixou e que jamais seria capaz de imaginar na porcaria de dia que se tornou. Valentim, neste momento, deve estar mais do que arrependido, até porque deve ser alvo de chacota todos os anos, no mesmo dia, naquele sítio pacífico, onde descansam todos os "santos".

Hoje, para além dos casalinhos que vão fingir sem limites que se amam, vamos também ter os encalhados, que vão tentar minar todas das redes sociais, todos os fóruns e todos os espaços obscuros da Internet, com textos, imagens e até mesmo vídeos, para tentar mandar abaixo o dia de São Valentim.
Ser encalhado nem sempre é fácil, e numa rápida busca, consegue-se perceber que até se pode gastar mais dinheiro sendo solteiro neste dia, do que propriamente estando em modo casal. Em Vila de Vagos, por exemplo, o jantar dedicado ao encalhados, rondará os 14 euros por pessoa. Estar solteiro não é fácil, mas pagar 14 euros, numa de encalhado, não demonstra só ser encalhado, mas também um profundo défice de normalidade. 
Há também para os encalhados que prefiram comididinha típica portuguesa, num dia em que tudo tem a ver com a nossa cultura, onde ronda os 18 euros por pessoa, com animação de vários DJ. Claro que, para aqueles encalhados que desejam arranjar quarentonas, ou quarentões, parece-me a solução ideal. Com sorte, começam a relação no próprio dia e em pouco tempo, ficam viúvos e com todas as dívidas pagas. Já viram bem a perspectiva? Pensem bem nisso. 
De resto, a animação geral será no Facebook. O feed estará mais uma vez inundado de uma hipocrisia brutal, que até o próprio servidor acusará cansaço ao fim das primeiras horas da tarde. O desespero de tentar mostrar aos amigos vai ser tanta, que até vai parecer dia 1 de Abril. 
Felizmente, o dia tem 24 horas, e isto passa rápido.

1 comentário

Comentar post

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Mais sobre mim

foto do autor

Posts recentes