Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Rabiscos de um Maldisposto

Olá, bem-vindo ao meu blog!

Rabiscos de um Maldisposto

Olá, bem-vindo ao meu blog!

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


A azia legítima dos franceses

por Rabiscos de um Maldisposto, em 13.07.16

O que os franceses estão a sentir neste momento, nós portugueses também já passamos por isso na final do Euro 2004 e aziamos, e não foi pouco.

Não vejo nada de estranho na reacção deles. Ninguém gosta de perder, seja de que forma for. É compreensível a tristeza misturada com azia e mau perder dos franceses, até porque foram eles que organizaram a competição e não estavam mesmo nada à espera de perder com uma equipa que não tinha mostrado muito mais do que um grupo unido e uma defesa razoavelmente sólida. A sorte foi predominante às possíveis exibições caprichosas e a atitude e a vontade começaram a dar aso à final que todos conhecemos.

Vejamos a situação da França. Uma das principais selecções favoritas a ganhar a competição. Para além de terem feito razoáveis exibições, jogavam em casa e tinham o apoio de um país inteiro (literalmente). A França também fez por merecer a conquista do Campeonato da Europa 2016 ao eliminar a super favorita Alemanha, que por mero acaso não cumpriu aquilo que todos esperavam no jogo contra a França, ficando bastante abaixo do que tinha mostrado durante o decorrer da competição. Após isso, tudo indicava que a França poderia ganhar a Portugal, que nunca foi levado muito a sério pelos próprios, nem tão pouco por alguns portugueses. As exibições com altos e baixos e a falta de eficácia eram mais do que evidentes e jamais alguém poderia dizer que Portugal iria vencer este Euro com razões e a argumentos verdadeiramente decentes.

Portanto, perante tudo isto, é natural que neste momento os franceses se sintam um pouco ressabiados. Nós compreendemos isso no fundo, pois passamos algo semelhante com a vitória deprimente da Grécia em 2004, e ainda por cima por duas vezes. Duas.

Os portugueses mandaram muitas pedras à selecção da Grécia nesse ano. Ui o que se falou da equipa grega. E insultos? Bem, acho que não cabia num disco de um 1TB. A imprensa também não eu descanso aos gregos. As críticas eram evidentes e bem afiadas. Mas agora achamos todos muito estranho os franceses e a imprensa francesa, estarem a criticar a selecção portuguesa. Parece-me bastante claro que isso iria acontecer e até legitimo, portanto tirando uma crítica mais parva que de vez em quando aparece, creio que não deveríamos apontar todas as armas a quem a faz, até porque nós no passado fizemos igual.

Deixemos os franceses desabafar um pouco.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Mais sobre mim

foto do autor

Posts recentes