Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rabiscos de um Maldisposto

Olá, bem-vindo ao meu blog!

Rabiscos de um Maldisposto

Olá, bem-vindo ao meu blog!

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


A capa da revista Cristina

por Rabiscos de um Maldisposto, em 07.07.17

Se a revista Cristina trouxesse uma capa com um casal heterossexual a beijar-se, seria com toda a certeza diferente e também se destacaria das restantes. Mas, a direção decidiu seguir o caminho mais sujo, e colocar uma capa que logo à partida saberiam que iria dar que falar, porque ainda vivemos numa sociedade altamente retrógrada e incapaz de respeitar o próximo. Contudo essa escolha também demonstra que há ainda hoje, um grande aproveitamento da sexualidade de cada um, sendo um tema que de vez em quando ainda é discutido como se fosse algo extraterrestre e fora do contexto da sociedade actual.

Neste momento devíamos estar a discutir a decisão da capa, e não a orientação sexual de cada um, mas infelizmente não é isso que se lê e ouve nas várias redes sociais.

Para a revista Cristina, os casais homossexuais ainda merecem ser destacados. Para a direção da revista Cristina, os casais homossexuais ainda são novidade e ainda podem ser tema de conversa. As reacções assim o demonstram.


Roubo de armas nos paióis do Exército

por Rabiscos de um Maldisposto, em 03.07.17

Que coisa é esta de agora estarem todas as semanas a pedirem demissões de ministros do Governo? Como é que querem que depois as pessoas levem os políticos a sério? Isto não é normal.

Vejamos as coisas. Segundo o jornal El Español (fonte incrível), foram roubadas: - 1.450 cartuchos de 9 mm, - 22 bobinas de fio para ativação por tração, - Um disparador de descompressão,- 24 disparadores de tração lateral multidimensional inerte, - Seis granadas de mão de gás lacrimogéneo CS / MOD M7, - 10 granadas de mão de gás lacrimogéneo CM Anti-motim M / 968, - Duas granadas de mão de gás lacrimogéneo Triplex CS, - 90 granadas de mão ofensivas M321, - 30 granadas de mão ofensivas M962, - 30 granadas de mão ofensivas M321, - 44 granadas foguete antitanque carro 66 mm com espoleta M4112A1 com lançamento M72A3 --M/986 LAW, - 264 unidades de explosivo plástico PE4A, - 30 CCD10 (Carga de corte), - 57 CCD20 (Carga de corte), - 15 CCD30 (Carga de corte), - 60 iniciadores IKS, - 30,5 lâminas KSL (Lâmina explosiva). Muita coisa, certo? Sem dúvida.

Então perante este material todo, como é que podemos olhar unicamente para a demissão de um Ministro, para justificar tamanha falta de segurança, competência e rigor? Como é que os paióis do Exército, são arrasados com um roubo destes, e ninguém dá por nada? Para que servem afinal as Forças Armadas neste momento em Portugal, se nem conseguem garantir a segurança de um armamento que se for parar a mãos terroristas, poderão fazer danos inimagináveis?  

A falta de investimento nas Forças Armadas não pode justificar tudo. Houve incompetência e desmazelo de quem se encontrava a dirigir a segurança e a vigilância dos Paióis Nacionais de Tancos. O que é que o Ministro tem a ver com isto, afinal? Quem é que abandonou os Paióis Nacionais? Como é que é foi possível, estes armazéns de extrema importância, terem ficado tantas horas sem vigilância? Soldados, Generais, Tenentes, o que é que têm a dizer sobre isso? A solução passa só por pedirem a demissão do Ministro da Defesa? Por favor, assumam as vossas responsabilidades!


As prioridades de um país, depois de um concerto solidário

por Rabiscos de um Maldisposto, em 28.06.17

Eu até já estava a estranhar que o evento de ontem terminasse sem uma pequenita polémica para dar que falar no final do evento solidário. Calhou a Salvador Sobral soltar um pouco do que alguns dos artistas que por lá passaram, pensavam realmente do púbico português das suas manias de estar na vida e dos seus comportamentos em espectáculos.
Ao longo da transmissão pensei que aquelas pessoas não sabiam bem porque é que ali estavam e o porquê de aquela tragédia ter acontecido. Foi estranho ver tanta alegria à custa de um acontecimento trágico, onde a sociedade e os responsáveis políticos têm falhado consecutivamente. 
A grande maioria do público português também não sabe estar e não sabe respeitar o trabalho dos artistas em palco, ora em excessos de entusiasmo ora em barulho necessário e incomodativo. 
Salvador Sobral reagiu de uma forma transparente. Falta-lhe experiência em lidar com o público e conseguir abstrair-se do quanto o público português por vezes é ingrato. 
Não foi a melhor forma de se expressar, mas deu para perceber exactamente o que ele quis dizer.


Rigor, senhores jornalistas

por Rabiscos de um Maldisposto, em 03.06.17

Não estou a exagerar quando digo que vi mais do que quatro vezes nas últimas 24 horas o nome do lendário vocalista dos Queen mal escrito. Esta falta de cultura jornalística, aliado à falta de rigor profissional, tem sido cada vez mais evidente nos dias que correm. Para além disso, está cada vez mais claro que o conteúdo exclusivo é obra do passado, porque a facilidade com que se fazem noticias através de outras notícias, mesmo sem se confirmar o que se está a noticiar, acabando até por muitas vezes comprometendo o relacionamento com os leitores, é muitíssimo tentador.
O que é certo é que a continuarem assim, estão também a formatar uma sociedade e a destruir todo o respeito pela classe jornalística.

Não sejam hipócritas. 95% das músicas que passam nas principais estações de rádio portuguesas são músicas descartáveis e sem sentimento Não basta darem os parabéns a Salvador Sobral, senhores. Promovam a boa música, promovam os novos projectos, e fundamentalmente, a música cantada em português.

Não repitam vezes sem conta as mesmas músicas. Diversifiquem. Tenham brio na divulgação da boa música que se faz em Portugal e em todo o mundo.  


A ignorância é uma coisa muito triste

por Rabiscos de um Maldisposto, em 24.04.17

18119541_817267751756807_3607857484642043473_n.jpg

Os "bons" resultados da extrema-direita na França dão para tudo. Finos e pesticos para a emigrantada que ainda não percebeu que assim que esses meninos cheguem ao poleiro, eles próprios, emigrantes, vão todos para o caralhinho!

A falta de informação desta gente é gritante, e as baboseiras que lançam cá para fora são absolutamente surreais! Para além do discurso xenófobo, estão completamente a leste do que realmente se passa no continente europeu, assim como no mundo.

A ignorância é uma coisa muito triste.


Chega de violência no futebol

por Rabiscos de um Maldisposto, em 23.04.17

18118715_816574675159448_5772882443357891843_n.jpg

 Só para esclarecer: isto nada tem a ver com desporto. Isto é selvajaria, vandalismo ou até mesmo, terrorismo, se assim preferirem. Já culparam os presidentes e a comunicação social pelo profundo clima de crispação que se tem vivido, mas e que tal olharmos para isto como um todo, e não nos esquivar-nos da nossa pequena contribuição para este ambiente de agressividade corrosiva? Já passamos há muito das clássicas rivalidades, das bocas e das brincadeiras, que de vez em quando geravam pequenas discussões. As coberturas televisivas em dias de clássico transpiram a tudo menos a clima de paz, com perguntas retóricas e sempre com um pequeno rastilho para os entrevistados darem o "show", com possibilidade de se tornar viral. A falta de respeito para com os jornalistas é também enorme, com vocábulos que envergonham todos os que contribuíram para a liberdade de expressão. E até custa a perceber como é que qualquer profissional se sujeita a este tipo de coberturas, que em nada dignifica a profissão nem tão pouco o desporto. Já chega.


Última Hora: paralisem o país, houve indisciplina no futebol

por Rabiscos de um Maldisposto, em 03.04.17

Em Portugal vale tudo para se dar um "Última Hora". Até parece que o jogador do Canelas 2010, foi o primeiro jogador a agredir um árbitro em Portugal.
Será esta a profunda decadência da comunicação social? E as prioridades dos portugueses, quais são? Viver num profundo jornal cor-de-rosa disfarçado de azul, onde é constantemente bombardeado com notícias a puxar cliques e discussões primatas?


Isto não é o fim do mundo

por Rabiscos de um Maldisposto, em 02.04.17

Tenham calma. Isto também não é o fim do mundo. O Trump ganhou e o Brexit também, e como podem já ter constatado, o mundo ainda não desabou. Para reforçar ainda mais a minha ideia, neste momento, em Portugal, até já temos um aeroporto chamado de Cristiano Ronaldo e tudo!
O que quero com isto dizer, é que apesar de ter existido um empate no clássico de ontem, pelo menos não haverá a típica chacota de segunda-feira nas primeiras horas de horário laboral, que mesmo apesar do empate insosso, ganhou o patrão, a família e as amizades que geralmente ficam fragilizadas sempre que existem jogos altamente inflamáveis.
Com este resultado até os jornais ficam mais limpos e as redes sociais menos poluídas. Portanto, não fiquem assim tão reprimidos. Guardem essa vontade toda para o fim do campeonato, porque parece que vamos ter espectáculo até ao fim.


Mais um vídeo de uma adolescente a ser espancada na Internet

por Rabiscos de um Maldisposto, em 17.02.17

dfsfsdf.jpg

 E pronto, lá apareceu mais um vídeo de uma adolescente lusa a ser espancada na Internet. E este ainda é fresco, porque passou-se na quarta-feira. 

Sinceramente, não entendo que tipo de educação estão os pais a dar, e como é que os professores nas escolas estão a tratar da formação de crianças e de adolescentes, mas tenho cada vez mais nojo desta geração. Temo pela chegada destes indivíduos ao mercado laboral e de quando se tornarem adultos, porque a clara falta de valores morais é notória e gigantesca.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Mais sobre mim

foto do autor

Posts recentes